14 junho 2011

As Coisas XII/XIII

Hagiologias Iconoclastas: Concluo aqui um capítulo destas apresentações a partir da construção feita de intimidades e desta vez é com imagens picto_esculptóricas que me acompanharam; primeiro um semi-busto do sagrado coração que sempre transportei, lascado do lado esquerdo, deixando ver por um pequeno orifício redondo, o seu oco interior; entretanto muitos passaram – de gonçalo a bárbara, da senhora da abadia à do vencimento, de catarina a miguel, das dores à sameiro, da santíssima trindade ao são bartolomeu, de jorge a roque – termino nesta casa o périplo com fátima sempre iluminada a meus olhos, aguardando um dia a sua taumaturgia. Esta, como tantas outras lendas áureas, povoam o meu universo místico.

Como disse Che "Há que endurecer-se, mas sem jamais perder a ternura.", hoje, no 83º aniversário do seu nascimento.

1 comentário:

pinguim disse...

Grande frase; e que até pode ter uma leitura...brejeira, hehehe...