10 abril 2010

eFe_Mar(r)ied

Começam as festas no alto da colina de são gregório que, como diz no cartão do programa, é o advogado dos corações - o meu defende-me nas horas excitáveis: o libelinha, um ano depois, em noites do antigamente (macieiras nas arcadas do viana com professores de famalicão, shots de vodka e finos no berbere com bracarenses diversos, queda na dança e vómito pungente no insólito), almoço na esplanada do brac e café no colinatrum na ressaca diurna com a vizinha escolar; já com a casa fechada, ponho-me a mexer para chegar à olisipo querida, entrega da time out do porto, jantar em casa num mundo de sabores e aromas que aqui chegaram às costas da catedral - oferta da flor de noivado pelos onze meses e histórias de fornos caídos pelos terramotos, debaixo do arcaz. Hoje o dia será feito das novidades de amigos vindos das capitais anglo-germânicas em aniversário, jardins de monserrate ao calor da tarde, paragem em mac_tamá para refrescar e jantar para despedidas dolorosas e memórias preciosas - nesta pascoela celebremos ainda a salvação das espécies que azahar por aqui pro_criou: a revelação dos segredos apenas para quem pode intuí-los...

5 comentários:

Hydrargirum disse...

Ola:) Como estas do pe? Como foi o regresso?:)

Abraco:)

Ophiuchus disse...

Já está a andar como deve, graças às massagens lomi_lomi, ayurvédica e tântrica do Amor! Obrigado!

E o teu, espero que bem também! Humorado para um grande jantar?

Abraços!

Hydrargirum disse...

Ah que bom, ja esta a ir ao sitio entao:)

Correu tudo bem tb!

Sim, estou expectante com o dito!!!:)
Se for tao bem passado como o nosso entao upa upa:)))

Abraco:)

Paulo disse...

Estou muito triste. Morreu uma filha da Azahar.

pinguim disse...

Que bom foi ter-vos aqui...
Já sei que o pé voltou ao sítio...
Abraços.