18 janeiro 2009

S+arck

Ontem reconhecemos competências a uma cadeira (very private joke) e comprei duas escovas de dentes, no caso de alguém permanecer cá por casa. No bar laranja de_baixo, pode-se fumar à noite e tem uma boa carta de cervejas. Divagámos em transparências até às cinco da manhã. Hoje roupa na corda, depois na tábua. Há uma guerra artística nos muros da subida, no parque e movimento próximo da biblioteca. A missa passa na sé e persigo um senhor até me fartar. Na centésima oiço a senhora escritora que tem um blog dizer que o seu post mais comentado foi uma foto de um frase na parede invicta que dizia "foda-se" (ou o caralho). Cumprimentei a doutora, paginei a Nada e regressei ao marasmo da solidão escolhida.

Sinto falta do espremedor que as gémeas me ofereceram (pela laranjina c). Podia ter um assim...


Juicy Salif
Hoje o senhor que desenhou isto e muitos outros objectos domésticos faz sessenta anos. O mais conhecido autor do novo design que decorou hotéis e restaurantes pelo mundo saiu-se com esta frase simples, transversal nos conceitos, com a qual concordo:

"Ecologia não é só uma urgência da economia e a protecção do nosso mundo mas também criatividade e elegância."

Página oficial aqui

3 comentários:

pinguim disse...

Bendita Senhora, foda-se...

Paulo disse...

olha, mais um capricorniano... vou incluí-lo na lista do ano que vem! criatividade e elegância... acho que gosto da ideia!

abraços e bom marasmo...

pinguim disse...

Passa pelo meu "buraco"; tens lá algo para ti...
Abração.