21 março 2010

Lux_Aeterna

Um mezzo no sofá, depois da refeição partilhada, na mandriice...




A linha do horizonte esvai-se no ténue fogo_fátuo, sob as torres iluminadas de São Vicente e a cúpula de Santa Engrácia contrastante com o espelho escuro do Tejo: assim começa o entardecer desta nova estação, esgotada que ficou pelas noites e aniversários que a antecederam. Um matrimónio na força aérea de monsanto após buscas no cacém e entregas no senhor roubado, às voltas no aeroporto após dias de insónia, eléctrico para o bairro com o amor   de janela aberta   para subir ao terraço do bloco cinzento do combro e todos os patamares coloridos do parque  beijo_Te  tour do cemitério de benfica até à polícia de miraflores, a antena azulescente da PT sintoniza-nos ali na violência domésticas das gentes bem vestidas que se confrontam e suas crias  (found florence)   e no lounge e na casa do niza onde fica o transmissor até à madrugada em paz, à porta dos barbadinhos no alto da porciúncula - um requiem para este sonho...

1 comentário:

pinguim disse...

Resumindo e concluindo: um belo e amoroso fim de semana lisboeta...