11 agosto 2008

Re_Iniciar

Primeiros passos para recriar o Big Bang estão a dar-se no CERN

Será no dia 10 de Setembro que vai começar a funcionar o mais poderoso acelerador de partículas de sempre, que tem como objectivo compreender os segredos mais ínfimos da matéria e das partículas infinitamente pequenas que constituem os átomos. Mas os testes para se poderem acelerar elementos a velocidades impensáveis vão entrar numa fase decisiva este fim-de-semana.O LHC, o novo acelerador de partículas do CERN, o Laboratório Europeu de Física de Partículas, fica num túnel subterrâneo e circular, de 27 quilómetros de circunferência, na Suíça. Até teve direito a um estudo de segurança para convencer os mais cépticos de que o mundo não vai acabar: havia quem receasse que esta poderosa máquina pudesse fazer explodir a Terra e o Universo, desintegrando-os tal como aos elementos químicos que faz chocar uns contra os outros, a grande velocidade, para os desfazer nos seus componentes essenciais.Mas por que é que os cientistas precisam de uma máquina que acelera átomos e os parte em pedacinhos? Parece uma coisa bastante inútil, mas para os físicos que estudam o Big Bang, que querem compreender como se formou o Universo, esta é a melhor prenda que poderiam alguma vez dar-lhes. Esperam obter resposta para uma interrogação fundamental: como é que as partículas subatómicas têm massa? Para isso esperam encontrar o quase mítico bosão de Higgs, até agora nunca detectado.O acelerador tem por objectivo fazer colidir dois feixes de partículas a velocidades próximas das da luz, sete vezes mais energéticos do que os usados em qualquer outra experiência de física de partículas. Esta capacidade abre uma nova fronteira no estudo da física, mas pôr esta espantosa máquina a funcionar não é propriamente como girar a chave da ignição. Cada um dos seus oito sectores terá de ser arrefecido até temperaturas próximas do zero absoluto (271 graus negativos). Isto já está a ser feito, mas é preciso fazer ainda testes eléctricos. "Estamos a terminar a maratona com um sprint", comentou o líder do projecto do LHC, Lyn Evans, citado pela Reuters.

In Público 10.08.2008, Clara Barata

- Também eu vou começar o meu novo_velho trabalho, arrastando vivências anteriores, mas com o "soutaque do nourte, carago!" Amanhã, de carro e mochila às costas: o meu universo vai mudar! (Agora deito-me depois de passar a roupa da semana a ferro ouvindo I'm from B(raga) , pois este é o dia!)

5 comentários:

Arion disse...

Muitas felicidades, menino! Abração!

pinguim disse...

E eu que se detestei física; para mim o texto é uma página de hieroglifos...
Valha-me o final do post, sobre ti, e isso é que é importante; cuidado com as dores de rins, ao passar a ferro...
Abração.

Nonoras disse...

Boa sorte... estamos a torcer muito por ti!!!

Beijinhos grandes

Paulo disse...

rapaz atómico, bom reinício! boa viagem tipo caracol-com-casa-às-costas! e bom sotaque, pois claro! que esse teu dia seja muito bom assim como os que lhe seguirão, ok!
abraço

Ophiuchus disse...

Agradeço a todos a FORÇA aqui dada!
(necessária, acreditem).
A notícia científica para provar o nosso poder não sobre, mas sim com as coisas, cada vez mais ínfimas que nos formam, que sempre atingimos.

Abraços